Google+ Followers

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Vai um chazinho aí?




Desde muito pequena ,faço uso dos chás.Meus pais não abriam mão de cuidar dos filhos com seus unguentos de plantas e dos mais variados tipos de chás...elementos curadores,não''maquiadores''de doenças,como eram categóricos em afirmar.

Lembro-me de ficar dias a fio 'trancada'no quarto ao menor sinal de doença.Quando ''o bicho pegava''mesmo,ou seja,um resfriado forte ou qualquer das chamadas ''doenças infantis''como catapora ou sarampo,então...dias e dias na mais absoluta reclusão.

É assustador o número de pessoas ''doentes''nos dias atuais! valorizam qualquer dorzinha e saem correndo para a farmácia em busca de um alívio imediato sem o menor critério sobre o teor dos medicamentos.

Tal afirmação parece exagerada,mas tenho presenciado cada coisa! tudo em nome do bem estar...

É claro que não devemos nos entupir de remédios naturais,pois como afirmava sábiamente meu pai:''O que cura também pode matar''quando não sabemos ministrar a dosagem do remédio e o tempo certo para ingerí-lo.

O ideal seria repensarmos nosso 'modus vivendi'em favor de nós mesmos.

Recorro-me ás terapias alternativas e percebo que meu organismo responde muito bem aos tratamentos. Sinto maior disposição,a adrenalina baixa,consigo dormir melhor,enfim,fico mais revigorada.

Quando buscamos o contato com a Natureza,fazemos uma conexão com as esferas superiores;assim,nos sentimos mais confiantes para os embates do dia a dia.